Neste final de semana, foi disputada a 2ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série C 2021. Assim, pelo Grupo A, na tarde de sábado (5), o Ferroviário derrotou o Altos por 1 x 0, em Fortaleza, no Estádio Elzir Cabral. Em seguida, no Mundão do Arruda, em Recife, o Santa Cruz empatou sem gols com o Floresta. No domingo (6), Jacuipense e Tombense ficaram empatados em 1 x 1. Por fim, na noite desta segunda-feira (7), a partida entre Paysandu x Botafogo-PB, em Belém, fecha a rodada.

Portanto, com o empate, o Santa Cruz caiu para a lanterna do Grupo A, com apenas um ponto. Enquanto o Floresta assumiu a liderança, com quatro pontos somados. Outrossim, o Ferroviário subiu para a 2ª colocação, também com quatro pontos, perdendo nos critérios de desempate. O Altos desceu para o 4º lugar, tendo feito três pontos. Em conclusão, o Jacuipense segue entrou no Z4, está na 9ª posição, com um ponto. Já o Tombense aparece em 6º lugar, com dois pontos.

Advertisement

BRASILEIRÃO SÉRIE C 2021 – 1ª FASE – GRUPO A

FERROVIÁRIO 1 X 0 ALTOS

Em primeiro lugar, os cearenses começaram pressionando o Verdão Altino no campo de defesa, que tinha muita dificuldade na saída de bola. Assim, a primeira grande chance veio aos 15′. Lázaro deixou Gabriel Silva na cara do gol, que chutou, porém o arqueiro do Altos, Mondragón fez grande defesa com os pés. Posteriormente, aos 26 minutos, outra chegada do Ferrão. Wesley arrancou pela direita e cruzou rasteiro Gabriel Silva perder o gol de forma incrível.  No final da primeira parte o Ferroviário foi premiado pela insistência. Aos 44′ Gabriel Silva recebeu de Adilson Bahia e tocou na saída do goleiro para abrir o placar.

Na volta do intervalo, o Tubarão da Barra continuava dominando as ações no campo de ataque. Aos 14 minutos, Dudu recebeu na grande área, mas o goleiro Mondragón saiu bem nos pés do jogador. Depois, aos 22′, Madson cruzou para Dudu na segunda trave, porém sem sucesso. Por fim, o Altos chegou com perigo aos 24′, Klenisson cabeceou e acertou o travessão. Assim, o Ferroviário segurou a vitória até final.

SANTA CRUZ 0 X 0 FLORESTA

Em princípio, o Santinha começou tomando a iniciativa do jogo. Todavia, os pernambucanos não conseguiam criar chances claras. Assim, o primeiro lance perigoso foi aos 16 minutos. Rondinelly cruzou no meio da área do time cearense, mas a defesa conseguiu afastar. Posteriormente, na marca dos 30′, chegada do Floresta. Bol cruzou na área do Santa Cruz, e Deysinho tocou de cabeça para o gol. Todavia, o árbitro invalidou o lance, marcando falta. Assim, a primeira etapa terminou com poucas chances.

A etapa derradeira começou similarmente a primeira, o Santa Cruz tentando chegar ao ataque, mas sem criar lances de perigo. Entretanto, aos 18′, o Floresta teve mais um gol anulado. Flávio Torres recebeu livre na área, e tocou para o gol, porém em posição de impedimento, confirmada pelo árbitro. Aos 26′ minutos, o Santinha chegou no belo chute de Frank, defendido pelo goleiro Douglas Dias. Desse modo, as equipes não conseguiram marcar e o placar terminou fechado.

JACUIPENSE 1 X 1 TOMBENSE

Em primeiro lugar, o Leão do Sisal começou buscando o campo de ataque. Assim, não demorou para marcar. Aos 7′, após cruzamento de Vicente, Renato Henrique cabeceou em cima do goleiro Felipe, que falhou, e a bola entrou. Assim, colocando os baianos na frente. Em seguida, com 8′, outra chance do Jacuipense. A bola sobrou para Luan na grande área, e ele finalizou. Todavia, o arqueiro Felipe fez grande defesa. Posteriormente, o Gavião Carcará passou chegar mais no campo ofensivo. Na marca dos 32′, Ramon Pereira cobrou a falta, e Vitor jogou para escanteio. O time baiano ainda criou oportunidades no fim, mas a primeira parte ficou 1 x 0.

Na volta do intervalo, o Tombense começou melhor, e logo chegou ao empate. No primeiro minuto, após cruzamento da direita, Rubens foi derrubado na área, e o árbitro assinalou a penalidade. O mesmo cobrou, e deixou tudo igual. No decorrer da segunda parte, o Jacuipense tinha mais posse de bola, e volume de jogo. Entretanto, não conseguiu traduzir em gol, e a partida terminou com a igualdade no placar.

Foto Destaque: Reprodução/Marlon Costa/Pernambuco Press

mm
Escolhi o Jornalismo como profissão, porque desde a minha infância sempre fui fascinado pelos âncoras de telejornais e pelas transmissões esportivas no rádio e na televisão, a relação com meu time do coração também influenciou na minha escolha. Sou uma pessoa bem tranquila, mas que quando acredito em alguma coisa, sempre tento buscar correr atrás.

1xBet


Related Post