Náutico demite Marcelo Chamusca após um mês no cargo (Foto: Divulgação/Naútico)

Nesta quarta-feira (22), o Náutico demitiu Marcelo Chamusca como técnico da equipe após um mês no cargo. Um dia após a derrota para o Londrina em casa, o clube anunciou nesta tarde via redes sociais a rescisão com o treinador. Ademais, chamou o desligamento como “em acordo comum” e disse que também deixam os cargos o auxiliar Caio Autuori e o preparador físico Roger Gouveia.

Mês passado, o clube se despediu de Hélio dos Anjos após uma derrota contra o Cruzeiro, sendo a 5ª derrota seguida do técnico. Da mesma forma, Chamusca deixa os Aflitos com três derrotas, dois empates e uma vitória. O resultado para o Londrina foi a gota d’água e o Timbu terá que achar um novo técnico, o terceiro da temporada.

NÁUTICO

A passagem de Hélio dos Anjos pelo time do Recife foi de dar inveja. Quando entrou em novembro de 2020, o treinador assumiu a equipe na zona do rebaixamento, com apenas uma vitória em 12 jogos. Surpreendentemente, ele não só conseguiu tirar o time do rebaixamento, mas melhorou sua fase e ritmo. Dessa maneira, a equipe de dos Anjos conquistou o Campeonato Pernambucano e teve um início arrasador na Série B, quebrando recordes históricos.

Infelizmente, sua onda de jogos ganhos terminou após 14 jogos, com o Coritiba ganhando de 3 x 1. Em seguida, perdeu mais quatro jogos na Série B, seu último contra o Cruzeiro por 1 x 0. Logo depois, Marcelo Chamusca assumiu o cargo, porém só ficou por seis jogos com o Timbu. Sobretudo, seu próximo jogo será contra o Remo e disputa no momento a 8ª posição no campeonato.

Foto destaque: Divulgação/Náutico

Guilherme Schanner

Cyber


Related Post