O que muda no América-MG com a chegada de Alexandre Mattos?

Nesta última segunda-feira (15), a SAF do América-MG anunciou o retorno de Alexandre Mattos. Após passagens por importantes clubes do Brasil, o dirigente chega para assumir uma posição que, em tese, será um pouco diferente da qual ele está habituado.

Após a queda para a segundona, no ano passado, o Coelho passa por mudanças. Marcos Salum, presidente da SAF, reestruturou o elenco e trouxe ao comando técnico o jovem Cauan de Almeida.

Além de negociar com nomes caros do elenco, como Emmanuel Martínez e Gonzalo Mastriani, o clube mineiro passou a investir mais na formação de um time jovem, com atletas das categorias de base. Agora, com Mattos, a expectativa é de um olhar especial para a garotada.

Alexandre Mattos no América-MG: o que vai mudar nos bastidores do Coelho?

O dirigente Alexandre Mattos está de volta ao América-MG. Após passagens por clubes como Palmeiras, Atlético-MG, Cruzeiro e Athletico-PR, ele retorna ao clube que o revelou para o cenário nacional do futebol. Seu contrato é válido até dezembro de 2024.

Nesta temporada, Mattos teve uma breve passagem pelo Vasco, mas sem sucesso. A relação conturbada com a SAF da 777 Partners afastou o dirigente do dia-a-dia do clube, que também vive um processo de reestruturação administrativa.

Agora, no Coelho, o executivo de futebol irá trabalhar na direção ao lado do atual diretor, Fred Cascardo. Mesmo assim, a tendência é de que Mattos esteja apenas abaixo de Marcos Salum na gestão do clube, segundo informou o Itatiaia. O dirigente já está em Belo Horizonte (MG), onde chegou nesta terça (16).

Como será o projeto do América-MG em 2024?

O América-MG trabalha para cortar gastos e manter a saúde financeira na temporada de 2024. Com a redução de receitas após a queda, o clube investe nas categorias de base, que vêm apresentando bons resultados.

Mattos, conhecido no meio do futebol como um homem forte de negócios, deve trabalhar a valorização dos jovens atletas do clube dentro do mercado internacional, assim como fez no Furacão.

Antes de deixar o Athletico-PR, Alexandre Mattos foi o responsável pela venda de Vitor Roque ao Barcelona. O jovem atacante chegou à Catalunha por 74 milhões de euros (R$414 milhões), e o Furacão ainda mantém 20% dos seus direitos econômicos para próximas negociações.

Lucas Gervazio
Lucas Gervazio

Jornalista, 25 anos. Trabalho como redator de conteúdo há mais de 3 anos, com experiência em esportes e especialização em futebol. Atualmente, auto como escritor diário no portal FNV Sports.

Articles: 522
Segundona Brasil by FNVSports > Blog > Mercado da Bola > O que muda no América-MG com a chegada de Alexandre Mattos?