Ajax F.C

O Ajax Futebol Clube é um time da várzea paulistana, que fica localizado no bairro de Vila Rica, Zona Leste de São Paulo. A princípio, ao longo de sua história, o clube sempre teve conquistas em seus campeonatos disputados. Diante disso, a equipe tem a fama de ter uma das maiores torcidas do futebol amador . No entanto, o Lobão da Várzea obteve seu maior título em 2012, vencendo a gloriosa Copa Kaiser. Ademais, vamos falar sobre suas origens, conquistas e o inesquecível título nacional.

ORIGENS E HISTÓRIA

À primeira vista, a história do Ajax começou em 1973, na Vila Rica, zona leste de São Paulo. De início, foi apenas um desejo de alguns jovens estudantes do colégio Professora Irene Ravache e os membros da família “Bicudões”. Porém, logo viram que a iniciativa de formar um time, poderia levar muito mais alegria do que imaginavam.

Advertisement

Entretanto, o nome chama a atenção das pessoas. Logo vem a pergunta: por que Ajax? Dessa maneira, a escolha condiz muito com a época. Todos os fundadores do clube admiravam o futebol holandês da Laranja Mecânica de Johan Cruyff e companhia. Sendo assim, estavam fascinados pelo Amsterdamsche Football Club Ajax, que tinha o craque holandês como estrela. Ademais, no ano anterior ao nascimento do Lobão da Várzea, a equipe do Ajax conquistou o Campeonato Mundial Interclubes, vencendo o Independente, da Argentina.

A princípio, o time foi idealizado por João Guarda, Miguel Xarelli, Paulo Yamada, Cícero Domingos, Paulo Vicente, Mauro Domingos, Renato Félix, Yoschio Yamada e Rubens Quintino. “Na época da sua fundação, a maioria dos jogadores do time era oriental”, relatou Mauro Domingos da Silva, o Garrafão.

Escudo do Ajax F.C (Foto: Divulgação/Ajax)
Escudo do Ajax F.C (Foto: Divulgação/Ajax)

Como em todo clube de várzea, as dificuldades são grandes. Dessa maneira, a equipe vive através de sua diretoria e torcedores. Por falar neles, a torcida é uma das maiores se tratando em futebol amador. Diante disso, o Ajax foi apelidado de “O Lobão da Vila”, posteriormente tornara-se o “Lobão da Várzea”.

Por fim, o clube carrega as cores amarelo e preto e conta sua fiel bateria, que está presente em todas as partidas incentivando os jogadores. Ademais, existe o emblemático “Bar do Ajax”, onde todos os torcedores vão comemorar as vitórias do time, fazendo aquela festa com muita cerveja e diversão.

PRINCIPAIS TÍTULOS

Em primeiro lugar, o Ajax Futebol Clube não teve sucesso de imediato, o que é normal para qualquer time. Logo mais, depois de cinco anos de vida, no ano de 1978, sagrou-se Campeão Regional do Bairro. Desde já, a fama da equipe aumentou. Assim, cada vez mais surgia torcedores e jogadores para agregar o plantel.

Posteriormente, em 1979, o Lobão da Vila derrotou o time do Misto pelo placar de 2 x 0, tornando-se Campeão do Tatuapé. Do mesmo modo, no ano de 1981, repetiu o feito, vencendo por 2 x 1 o Sampaio Moreira. Dessa forma, a equipe deixou de ser apenas um clube de bairro, ou seja, transformou-se em um dos grandes do futebol amador.

DÉCADA DE 80

Ainda mais, na década de 80, o Ajax conquistou três vezes seguidas o Campeonato da Vila Rica, nos anos de 80, 81 e 82. As conquistas foram, respectivamente, contra o Beira Rio, por 1 x 0, o Vila Rica pelo placar de 2 x 1 e, novamente, o Vila Rica por 4 x 1. Além disso, em 1983, a equipe venceu a Taça Campeão de Perus, enfrentando na final o Nações Unidas. O confronto terminou em 2 x 1 para o Lobão da Várzea.

Bem como, em 1989, o clube venceu a Taça Vitor Sapienza, derrotando, por 1 x 0, o Corintinha do Aricanduva. Ademais, no mesmo ano, conquistou o Torneio Coringão do Aricanduva, vencendo a equipe do Noroeste, na qual, o resultado só veio nos pênaltis, por 5 x 4.

Seguindo a mesma fórmula de sucesso, a década de 90 foi de muitas conquistas. A princípio, em 1992, foi campeão da Copa Vigor, derrotando o Flamengo da Vila Maria pelo placar de 3 x 0. Ainda mais, no mesmo ano, o Campeonato Varzeano foi conquistado diante do Peri Novo, por 2 x 0.

DESAFIO DO GALO E AS COPAS KAISER

De antemão, um dos pontos que não pode-se deixar passar na história do Ajax Futebol Clube são as participações no “Desafio do Galo”. Em suma, as melhores equipes do amador disputavam o Desafio do Galo, uma vez que a equipe de Vila Rica se destacava, logo acabou disputando nos anos de 1984, 1990, 1991 e 1992. Vale lembrar que esse torneio foi criado em 1972 pela TV Record, sendo exibido por 20 anos durante os domingos de manhã.

Transmissão (Foto: Reprodução/Terceiro tempo)
Transmissão (Foto: Reprodução/Terceiro tempo)

Diante disso, grandes craques surgiram através da competição, como Cafú, Casagrande, Denílson, Juninho Paulista e entre outros. Além disso, profissionais da comunicação como Fausto Silva e Joseval Peixoto contribuíram por muitos anos na cobertura do evento. Ademais, as equipes com os melhores desempenhos iriam para o “Super Galo”, que ocorria nos últimos meses do ano.

Logo mais, no ano de 1992, após boa campanha no Desafio do Galo, o time do Ajax disputou o Super Galo. O Lobão da Várzea fez um torneio regular, chegando à segunda fase da competição.

No entanto, o clube não desanimou e, no ano seguinte, conseguiu o título histórico do Torneio Kaiser Jolitem, derrotando por 2 x 1 o Barrancão Pirituba. Posteriormente, em 1994, a equipe venceu novamente a Copa, agora chamada de Torneio Kaiser Mella Pé. Do mesmo modo, o Ajax levou para Vila Rica a Copa Botafogo de Guaianases, ainda no ano de 1994.

Contudo, se o ano estava glorioso para equipe, como melhorar ainda mais? Eles deram resposta com o vice-campeonato do Torneio Super Galo e o terceiro lugar na V Copa da Cidade. Fica claro, portanto, que o ano de 1994 foi de longe o mais marcante na história do clube.

CAMPEÃO DA COPA KAISER 2012

Antes de tudo, a luta para esse título foi incrível e inesquecível. Além disso, o jogo contra a equipe da Turma do Baffô tornou-se a partida de várzea com o maior  público da história do Brasil, sendo 20.260 pessoas nas arquibancadas do Estádio Pacaembu. Desde já, o jogo começou difícil para o Lobão da Várzea, uma vez que saiu atrás do marcado.

Ainda na primeira etapa, depois da grande jogada do atacante Thiaguinho, o mesmo sofreu pênalti. Em seguida, o artilheiro e camisa 10 do Ajax, Uochiton, foi para cobrança e deixou tudo igual no marcador. Posteriormente, já no segunda parte, Uochiton bateu um escanteio aberto, e o zagueiro Jeremias cabeceou sozinho para o fundo das redes. Diante disso, com 2 x 1 no placar, a equipe segurou o resultado e conquistou a Copa Kaiser 2012.

Foto Destaque: Reprodução/Milton M. Flores/UOL

mm
Olá amigos! Um garoto do interior de Alagoas, na qual, sempre sonhou em levar informação ao povo. Dessa maneira, escolhi o jornalismo pra ser minha profissão e meu prazer diário. Uma vez que mostrar o que se é procurado, é muito gratificante e realizador.
Estou cursando a graduação de jornalismo na Universidade Federal de Alagoas. Já tenho muitas coisas em mente nesse universo de informações. Além do Futebol Na Veia, sou redator do portal Lab Dicas Jornalismo, na editoria cultural.
Considero que esportes, bons filmes, boas músicas e bons livros, fazem a vida ser melhor. Logo, não abdico desses quatro aspectos.

Bet 7


Related Post